quinta-feira, fevereiro 16, 2006

Clinical and Medical Service


.
.
Comentário com Opinião
.

3 comentários:

Clínica DR.MEIRELES-BRANDÃO disse...

OBESIDADE
- excesso de peso

Calculo do risco é realizado em função dos dados clínicos, dos antecedentes pessoais e familiares, do Indice de Massa Corporal (IMC = peso em Kg /estatura em centimetros ao quadrado), de doenças concomitantes, do perímetro abdominal (para determinar a gordura abdominal), de vários factores de risco e, de doenças ou condições associadas à obesidade (á. úrico,diabetes, gorduras no sangue como triglicerideos, colesterol - considerando a importância das diferenças entre o bom e o mau).

QUAL É O SEU RISCO ?

A) IMC (ou BMI) é um bom indicador da gordura total do corpo. O valor obtido, é válido quer para o homem como para a a mulher. Pode haver situações de sobrevalorização do valor, como na determinação da gordura em atletas e individuos com bom desenvolvimento muscular. Pode ser sub estimado, nas pessoas idosas e naquelas pessoas com perda ou fraco desenvolvimento da massa muscular.

Valores indicativos:

- Peso baixo ou magreza - < 18.5
- Peso normal - 18.5 - 25
- Excesso de peso - 25.0 a 29.9
- Obesidade = ou > 30

B) PERIMETRO ABDOMINAL (PA)

É um bom indicador da gordura abdominal, assim como um importante predictor do risco para desenvolvimento das doenças cardiovasculares, diabetes entre outras.
o risco aumenta quando o PA é superior a 40 cm no homem e a 35 cm na mulher.

C) OUTROS FACTORES DE RISCO

- Pressão arterial elevada (hipertensão),
- Elevação do LDL colesterol (quando o mau colesterol é superior a 90),
- Baixa de HDL colesterol (quando o bom colesterol < 60),
- Elevação dos triglicerídeos (quando superiores a 130),
- Excesso de açucar no sangue (glicemia elevada),
- História na familia de doenças cardiovasculares - enfarte, trombose ...,
- História na familia de Diabetes, elevação de Á. úrico, Colesterol,...
- Sedentarismo e actividade fisica reduzida,
- Tabagismo,
- Consumo elevado de alcool.

ESTRATIFICAÇÃO DO RISCO E ATITUDES:

1. Para as pessoas com excesso de peso e com 2 ou mais factores de risco recomenda-se perda de peso - mesmo que seja uma redução de peso de 10% ao peso habitual, logo diminui grandemente o risco de desenvolver outras doenças;
2. Pacientes com excesso de peso, sem aumento do PA e com menos de 2 factores de risco, só devem prevenir o aumento de peso;
3. Pessoas com excesso de peso e outros factores de risco, tem grandes probabilidades de desenvolver hipertensão, elevação do colesterol e outros lipidos, diabetes mellitus tipo II, doença cardiaca, trombose cerebral e "cansaços cerebrais" assim como certos tipos de cancro. A redução de 10% do seu peso habitual ajuda a reduzir drásticamente todos estes riscos.

ALGUMAS INDICAÇÕES IMPORTANTES REFERENTES À "DIETA" e sempre devendo considerar o seu perfil de risco:

- Reduzir o consumo de gorduras saturadas - fritos, esturgidos, estufados, guizados, refugados;

- Muita moderação com os assados,

- Consumir regularmente os produtos confecionados pela cozedura e/ou grelhadura (nunca em chapa, mas em brasa ou na grade),

- Rejeitar da alimentação habitual e regular, tudo o que é conservado, enchidos, salgados, fumados, comida requentada, e enlatados, ...

- Consumir "farináceos" com muita moderação e parcimónia - pão e todos os derivados, batata, arroz, massa, milho, feijão, grão de bico, favas, ervilhas secas, frutos secos,...

- Legumes e hortaliças em todas as refeições se possivel,

- Frutos sempre e só de sobremesa, seja de lanches seja de refeições,

- Água deve consumir-se em abundância (1.5 litros / dia) em detrimento dos sumos, soft drinks, alcool ...,

- Sopa dispensa-se, porque é onde se encontra muito dos produtos aqui refridos e, porque, se se alimentar respeitando a ingestão de frutos, legumes e hortaliças recomendado, com uma adequada ingestão hidrica ... para quê a sopa ?!!... só se for para encher ...!
Passe bem, cuide-se e consulte-nos com regularidade, dando-nos a sua opinião.

Visite, o seu Médico Especialista em Metabolismo e Nutrição, no caso de se preparar para iniciar dieta restritiva ou qualquer tratamento dietético.

Qualquer tratamento de redução de peso ou de emagrecimento, deve ser sempre recomendado pelo Médico e, sob orientação, observação e acompanhamento Médico Especializado.

O Nutricionista, também pode ajudar muito no acompanhamento depois da observação e orientação médica.

Clínica DR.MEIRELES-BRANDÃO disse...

ATEROSCLEROSE transporta

1. Consequências dramáticas para a qualidade de vida do individuo;

2. Termina com o individuo invariávelmente com um quadro de DEMÊNCIA / ENFARTE MIOCÁRDIO / ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL.

Vencê-la é muito provávelmente impossivel.

Retardá-la e minorar os seus efeitos deletérios, está nas mãos do individuo (em função da sua qualidade de vida e outros factores ambienciais) e, na qualidade assistencial e empenho dos serviços Médicos.

Nos nossos serviços em 12 anos de actividade temos o privilégio de informar: ZERO acidentes vasculares cerebrais e ZERO enfartes de miocárdio nos nossos doentes.

Os nossos objectivos mantêm-se:
- pugnar por continuar a merecer a confiança dos nossos doentes e de todos os cidadãos que em nós confiam,

- sempre num combate feroz e sem tréguas contra a doença, pela qualidade de vida.

Clínica DR.MEIRELES-BRANDÃO disse...

METABOLISMO

É o nome e a designação feliz para designar uma série de processos e transformações bioquimicas que se estabelecem no organismo de cada ser vivo e, que envolvem na sua maioria reacções de oxidação / redução, que condicionam, para além dos vários movimentos energéticos, toda uma estruturação e aproveitamento de principios activos fundamentais à sobrevivência do ser vivo.

- Há grandes processos metabólicos permanentemente considerados: 1) dos glicideos (açucares), 2) dos lipideos (gorduras), 3) das proteinas, 4) das purinas - pirimidinas e, o do equilibrio ácido-básico.

As pequenas e aparentemente insensiveis alterações no funcionamento desta complexa cadeia da vida condicionarão em definitivo o futuro de cada ser vivo.